TROPEÇO

  1. Concepção e atuação
    Katiane Negrão e Dico Ferreira

    12/FEV
    às 20h


    ENTRADA FRANCA

    Os ingressos são distribuídos com 30 min de antecedência.

    ITAÚ CULTURAL
    Av. Paulista, 149 | Infos (11) 2168-1777
    Intérpretes de libras em todas as sessões.

    FICHA TÉCNICA
    Concepção – Katiane Negrão e Dico Ferreira
    Linguagem – Teatro de animação
    Iluminação – Velas
    Colaboração dramatúrgica – Juliana Capilé
    Figurino – Luciana Falcon

    ELENCO
    Cia. Tato Criação Cênica:
    Katiane Negrão
    Dico Ferreira

    Duração: 45 minutos
    Classificação indicativa: 14 anos

Dar vida ao simples. Essa é a proposta do espetáculo Tropeço, da Cia. Tato Criação Cênica, concebido por Katiane Negrão e Dico Ferreira. Sobre uma mesa, com baús e alguns pequenos objetos, dois atores manipuladores e suas mãos dão vida a duas velhas que moram juntas. Partindo da costumeira visão que temos da velhice, a peça mostra sua solidão e pequenas ações rotineiras, criando, porém, um universo de sutileza e extravagância, poesia e comicidade em mãos que andam, dançam, bebem, respiram, riem e choram.

Sob autodireção, toda a estrutura cênica foi concebida com simplicidade, de modo a valorizar os movimentos das personagens, já que todo o roteiro é compreendido através de suas ações e onomatopeias, sem a utilização de palavras. A peça apresenta a fragmentação de parte do corpo que ganha personalidade através do movimento, com o intuito de estimular a imaginação da plateia ao recriar, na visão de duas mãos, a imagem de um ser inteiro, e tratar a velhice de forma não convencional, através de uma dramaturgia aberta, na qual o espectador faz sua própria leitura.

A linguagem do espetáculo é resultado dos trabalhos corporais desenvolvidos pelos seus integrantes nas áreas de teatro, dança contemporânea, mímica e teatro de formas animadas.