CONSELHO DE CLASSE

  1. Compre agora!
    COMPRE AQUI

    FICHA TÉCNICA
    Texto: Jô Bilac
    Direção: Bel Garcia e Susana Ribeiro
    Assistência de Direção: Raquel André
    Voz Off Vivian: Drica Moraes
    Cenário: Aurora dos Campos
    Figurinos: Rô Nascimento e Ticiana Passos
    Iluminação: Maneco Quinderé
    Trilha Original: Felipe Storino
    Consultoria Pedagógica: Cléa Ferreira
    Fotografia: Dalton Valério (cena) e Vicente de Mello (locação)
    Direção de Produção: Tárik Puggina
    Produção Executiva: Luísa Barros
    Administração Financeira: Amanda Cezarina
    Realização: Cia. dos Atores e Nevaxca Produções

    Elenco:
    Cesar Augusto
    Leonardo Netto
    Marcelo Olinto
    Paulo Verlings / João Rodrigo Ostrower
    Thierry Trémouroux

    Duração: 70 minutos
    Classificação indicativa: 12 anos

    Responder

Sucesso de público e crítica, “Conselho de classe”, espetáculo da Cia. dos Atores, com texto do dramaturgo Jô Bilac e direção de Bel Garcia e Susana Ribeiro, já foi visto por mais de 30 mil pessoas. Em 2014, a peça foi a grande vencedora do Prêmio Cesgranrio de Teatro e uma das líderes em indicações aos Prêmios Shell e APTR.

O espetáculo gira em torno de uma escola pública do Centro carioca e, com isso, problematiza as questões macro e micropolíticas da educação. Em cena, uma reunião de professores é desestabilizada pela chegada de um novo diretor. Esse encontro faz eclodir dilemas éticos e pessoais em meio a decisões que se confundem nas relações de poder da instituição escolar. No elenco, estão os atores Cesar Augusto, Leonardo Netto, Marcelo Olinto, Paulo Verlings/João Rodrigo Ostrower e Thierry Trémouroux.

O texto faz uma abordagem realista do ambiente escolar, a fim de gerar um diálogo a respeito da educação no Brasil e da atual situação no mundo. Hoje, quem deseja trabalhar em uma escola pública? No hospital público? Se o professor é mal remunerado e trabalha sob condições difíceis, que tipo de sociedade está sendo construída?
SINOPSE

Em uma escola pública do centro carioca, uma reunião de professores é desestabilizada pela chegada de um novo diretor. O encontro faz eclodir dilemas éticos e pessoais em meio a decisões que se confundem nas relações de poder da instituição. O espetáculo conversa, com humor ácido, sobre a realidade atual do ambiente escolar, em um diálogo acerca da educação no Brasil. Do enredo, brota a pergunta: quem deseja trabalhar em uma escola pública? Se o professor é mal remunerado, que tipo de sociedade está sendo construída? Espetáculo comemorativo dos 25 anos da Cia dos Atores.