A TARTARUGA DE DARWIN

  1. FICHA TÉCNICA
    Autor – Juan Mayorga
    Tradução – Rafael Ponzi
    Direção – Paulo Betti e Rafael Ponzi
    Cenário e figurino – Letícia Ponzi
    Trilha sonora – Vera Fajardo
    Iluminação – Aurélio de Simoni
    Direção de produção – Andréia Fernandes e Lya Baptista
    Projeto gráfico – Jair de Souza Design
    Preparação corporal – Carmem Luz
    Preparação vocal – Verônica Machado

    ELENCO
    Cristina Pereira
    Vera Fajardo
    Paulo Betti
    Rafael Ponzi

    Classificação indicativa: 14 anos

    Responder

Na peça, realidade e fantasia se misturam na figura de Harriet – uma tartaruga que Charles Darwin trouxe das Ilhas Galápagos e que está em processo de evolução para a forma humana. Graças a sua longevidade, presenciou algumas das mais emblemáticas passagens históricas, como a Revolução Russa, os campos de concentração nazistas, o bombardeio de Guernica, entre outros eventos dos séculos XIX e XX.
Depois de mais de 200 anos, Harriet, cansada de viver no chamado mundo civilizado, quer voltar às raízes e passar o resto de sua vida longe dos homens. Porém, torna-se alvo de uma ferrenha disputa entre um historiador (Paulo Betti) e um cientista (Rafael Ponzi), que desejam estudá-la. Assim, desperta o ciúme de Bete (Vera Fajardo), esposa do historiador, já que este só tem ouvidos para as revelações da tartaruga.

Com texto do prestigiado autor espanhol Juan Mayorga, a peça é baseada na história verdadeira de Charles Darwin. Entre muitos dos animais que estudou durante as pesquisas que levaram à Teoria da Evolução, estava a tartaruga de Galápagos que morreu aos 176 anos. Com patrocínio da Petrobras, o espetáculo passou pelas cidades de Sorocaba, Porto Alegre e Campinas.